sábado, 24 de setembro de 2016

LULA grava Video de Apoio ao Candidato do PDT em Lavras Dr. Tavinho

Camilo Santana - Dr. Tavinho e Lula
 Em apenas poucos minutos apos ter sido postado nas   redes sociais um vídeo gravado pelo o ex-presidente Lula pedindo apoio à candidatura do Prefeito e Candidato a Reeleição Dr. Tavinho (PDT) em Lavras da Mangabeira - Região do Cariri, viralizou.

O vídeo foi gravado em um estúdio em Juazeiro do Norte, durante a vinda do ex-presidente ao Cariri na última quarta-feira (21). O governador Camilo Santana, que também apoia Dr. Tavinho esteve no estúdio. Como já havia gravado vídeo anteriormente, Camilo preferiu só participar das sessões de fotos com Tavinho e Lula. 
Dr. Tavinho e Lula
Pesquisas apontam Lula como a maior liderança política no Nordeste, cuja aceitação beira os 65% dos nordestinos. Em Lavras da Mangabeira não é diferente, Lula seria hoje o candidato mais votado no município de houvesse eleição para presidente da República com mais de 80%. E é justamente em nome de toda essa aceitação, que Lula gravou o vídeo pedindo votos para Dr. Tavinho. 

"A preocupação de gerar emprego e terminar o Hospital Municipal são as duas grandes metas de Tavinho e terá nosso apoio para isso" disse Lula.

LULA grava Video de Apoio ao Candidato do PDT em Lavras Dr. Tavinho

Camilo Santana - Dr. Tavinho e Lula
 Em apenas poucos minutos apos ter sido postado nas     redes sociais um vídeo gravado pelo o ex-presidente Lula pedindo apoio à candidatura do Prefeito e Candidato a Reeleição Dr. Tavinho (PDT) em Lavras da Mangabeira - Região do Cariri, viralizou.

O vídeo foi gravado em um estúdio em Juazeiro do Norte, durante a vinda do ex-presidente ao Cariri na última quarta-feira (21). O governador Camilo Santana, que também apoia Dr. Tavinho esteve no estúdio. Como já havia gravado vídeo anteriormente, Camilo preferiu só participar das sessões de fotos com Tavinho e Lula. 
Dr. Tavinho e Lula
Pesquisas apontam Lula como a maior liderança política no Nordeste, cuja aceitação beira os 65% dos nordestinos. Em Lavras da Mangabeira não é diferente, Lula seria hoje o candidato mais votado no município de houvesse eleição para presidente da República com mais de 80%. E é justamente em nome de toda essa aceitação, que Lula gravou o vídeo pedindo votos para Dr. Tavinho. 

"A preocupação de gerar emprego e terminar o Hospital Municipal são as duas grandes metas de Tavinho e terá nosso apoio para isso" disse Lula.

LULA grava Video de Apoio ao Candidato do PDT em Lavras Dr. Tavinho

Camilo Santana - Dr. Tavinho e Lula
Em apenas poucos minutos apos ter sido postado nas redes sociais um vídeo gravado pelo o ex-presidente Lula pedindo apoio à candidatura do Prefeito e Candidato a Reeleição Dr. Tavinho (PDT) em Lavras da Mangabeira - Região do Cariri, viralizou.

O vídeo foi gravado em um estúdio em Juazeiro do Norte, durante a vinda do ex-presidente ao Cariri na última quarta-feira (21). O governador Camilo Santana, que também apoia Dr. Tavinho esteve no estúdio. Como já havia gravado vídeo anteriormente, Camilo preferiu só participar das sessões de fotos com Tavinho e Lula. 
Dr. Tavinho e Lula
Pesquisas apontam Lula como a maior liderança política no Nordeste, cuja aceitação beira os 65% dos nordestinos. Em Lavras da Mangabeira não é diferente, Lula seria hoje o candidato mais votado no município de houvesse eleição para presidente da República com mais de 80%. E é justamente em nome de toda essa aceitação, que Lula gravou o vídeo pedindo votos para Dr. Tavinho. 

"A preocupação de gerar emprego e terminar o Hospital Municipal são as duas grandes metas de Tavinho e terá nosso apoio para isso" disse Lula.

Ministro do STF autoriza apuração sobre delação de Sérgio Machado que cita Temer e Eunício Oliveira dentre outros "Caciques" do PMDB

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de procedimentos preliminares para apurar fatos narrados na delação premiada do ex-presidente daTranspetro Sérgio Machado, um dos delatores da Operação Lava Jato.
Os procedimentos preliminares visam a apurar a existência de um suposto acordo envolvendo parlamentares para barrar a operação, além de outras suspeitas envolvendo políticos do PT, PSDB e PMDB.
Teori Zavascki
Teori Zavascki atendeu a pedidos formulados pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que solicitou providências para dar prosseguimento à apuração após o acordo de delação premiada de Sérgio Na colaboração, Machado admitiu ter repassado propina a 28 políticos, que hoje integram oito partidos – PMDB, PT, PP, PC DO B, DEM, PSDB, PDT e PSB.
À época dos fatos narrados por Machado., o então candidato à prefeito de São Paulo, Gabriel Chalita, hoje no PDT estava no PMDB. O deputado Heráclito Fortes (PI), hoje no PSB, estava no DEM.
Sérgio Machado
Só para o PMDB, que teria apadrinhado a nomeação de Machado para a presidência da Transpetro, ele teria arrecadado R$ 100 milhões, segundo depoimento prestado ao Ministério Público.
Janot quer averiguar, em procedimentos separados, quatro termos da delação premiada de Machado (os termos 10, 11, 12 e 13).
Após a apuração preliminar, o procurador-geral poderá ou não pedir ao STF a instauração de inquéritos para investigar políticos.
O ministro também remeteu trechos da delação para o juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância da Justiça, por envolverem pessoas sem foro privilegiado.
Ele também mandou juntar informações sobre fraudes na Transpetro em um inquérito que já está em andamento no Supremo e que tem como alvos o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE).Machado ter sido validado pelo STF.
O termo 12 envolve o ex-deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). Segundo Machado afirmou na delação, Vaccarezza o procurou em 2010 para ter apoio da Transpetro, que ajudaria com R$ 500 mil por meio de doação para o PT. Esse valor, segundo Machado, era oriundo de vantagens ilícitas pagas pela Camargo Corrêa, contratada pela Transpetro.
Ainda no termo 12, Machado afirma que, sempre em épocas de eleição, era procurado pelo ex-ministro e atual senador Garibaldi Alves (PMDB).
Em 2010, ele disse ter intermediado o pagamento de R$ 200 mil pela Queiroz Galvão e R$ 250 mil da Camargo Corrêa em 2012. Machado disse que Garibaldi também pediu ajuda à candidatura de seu filho, Walter Alves, à Câmara dos Deputados.
Sobre Agripino Maia (DEM-RN), Machado diz que a dinâmica também era a mesma: sempre em épocas de eleição, era procurado para que intermediasse doações. Ele diz que o senador do DEM recebeu, em 2010, R$ 300 mil para sua campanha ao Senado (pela Queiroz Galvão); e R$ 250 mil, em 2014, para a campanha do seu filho, o deputado Felipe Maia (DEM-RN), à Câmara.
No termo 13, Sérgio Machado disse que ouviu de diversos senadores, em reuniões na casa de Renan Calheiros, que o grupo JBS iria fazer, em 2014, uma doação de R$ 40 milhões ao PMDB, a pedido do PT, para abastecer a campanha do partido ao Senado.
Romero Jucá e Renan Calheiros
Eunício Oliveira e Eduardo Braga
Ele diz que a doação foi posteriormente confirmada a ele pelo diretor de Relações Institucionais do grupo. Não soube dizer, contudo, se a JBS obteve algum favorecimento do PT ou do governo em troca dessa doação.
Os R$ 40 milhões, afirmou, eram somente para a bancada do PMDB no Senado. Os senadores que supostamente se beneficiariam da doação foram, segundo Machado: Renan Calheiros, Jader BarbalhoRomero JucáEunício Oliveira, Vital do Rêgo, Eduardo Braga, Edison LobãoValdir Raupp, Roberto Requião e outros não citados nominalmente.
Segundo Machado, a informação da doação chegou ao conhecimento da bancada do PMDB na Câmara, que teria se queixado pelo fato de o dinheiro ter sido destinado exclusivamente à bancada do partido no Senado.
Fonte: G1

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

FALSAS: Algumas Pesquisas Eleitoral Divulgadas no Interior não são Verdadeiras

Algumas pesquisas sobre intenções de voto no interior cearense que estão sendo veiculadas junto as comunidades não passa de uma farsa. Em Solonópole por exemplo, está sendo veiculada uma pesquisa em nome do O POVO/Datafolha, trata-se de um golpe. O POVO esclarece que, até momento, realizou pesquisa eleitoral para divulgação apenas em Fortaleza e quaisquer dados atribuídos ao instituto sobre outras cidades cearenses são falsos. "A gente só faz pesquisa na capital cearense e em mais nenhuma cidade", alerta a gerente de pesquisas de opinião do instituto Datafolha, Luciana Chong.
Em Lavras da Mangabeira, o IBOPE está também sendo usado como fachada para esses golpes, já que o mesmo não tem nenhuma pesquisa registrada junto ao TRE CE para Lavras da Mangabeira.


COMEÇARAM OS ACORDOS? Direção estadual do PSDB destitui comissão do partido no município de Caucaia

O presidente estadual do PSDB/CE, Luiz Pontes, oficializou na tarde desta quinta-feira (22), junto à Justiça Eleitoral, a destituição da Comissão Provisória do PSDB em Caucaia. O novo presidente do partido é Eduardo Pessoa, candidato a prefeito com o apoio da direção estadual e do senador Tasso Jereissati.

"A medida foi necessária diante do fato de que alguns dirigentes, sem nenhuma discussão interna, decidiram apoiar candidatura adversária, configurando-se um ato de infidelidade partidária, inadmissível, já que o partido tem candidatura própria à prefeitura municipal," disse Luiz Pontes.


Outros municípios cearenses já estão na mira da estadual dos tucanos.

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Raimundo Macedo (PMDB) suspende campanha em Juazeiro do Norte

Dr. Raimundo Macêdo - Prefeito de Juazeiro do Norte
O candidato à reeleição na disputa pela prefeitura de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo (PMDB), informou que fará uma pausa de três dias na agenda de campanha. Ao fim desse prazo, fará um pronunciamento informando se segue ou não como candidato, segundo a coordenação de campanha.
Ainda segundo a coordenação, a decisão foi tomada em uma reunião na casa do prefeito na noite desta quarta, com a presença de familiares, candidatos a vereadores e representantes dos partidos que apoiam o candidato. Em nota, a "Frente Juazeiro Popular" informou que o candidato tem sido alvo "incessante de críticas perseguidoras" e que houve "fatos" e "situações" para "desvirtuar o curso normal da campanha" e, por isso, a decisão de dar uma pausa na agenda.
Veja a nota na íntegra: 
"O nosso candidato a prefeito, Raimundo Macedo, tem sido alvo incessante de críticas perseguidoras, imputadas por alguns candidatos na cidade de Juazeiro do Norte. Desta forma, estranhamos a maneira como o Dr Raimundo Macedo tem sido agredido, perseguido e caluniado pela maioria dos nossos adversários, que objetivam chegar ao poder a qualquer custo. Desde o início do processo eleitoral, foram criados fatos e situações na tentativa de desvirtuar o curso normal da campanha em nossa cidade.
A população juazeirense e de todo o Ceará, conhece e reconhece os relevantes serviços prestados por Raimundão,  ao longo de mais de 30 anos. Notadamente na defesa dos interesses dos mais humildes.
Entretanto,  fatos estranhos foram desencadeados na tentativa de atingir nosso candidato e sua família. E ele, Raimundão,  não admite, por hipótese alguma,  que sua família seja atingida por aqueles que desejam chegar ao poder através do jogo sujo, com atitudes espúrias.
Diante desta situação,  decidimos dar uma pausa em nossa campanha,  com o intuito de buscar um diálogo com familiares e amigos,  na busca de uma reflexão mais profunda em relação a decisão a ser tomada.
Queremos pedir a compreensão de todos os juazeirenses,  ao mesmo tempo,  que aproveitamos para agradecer todas as manifestações de carinho e apreço. Na certeza de que em breve, anunciaremos uma decisão definitiva.
COLIGAÇÃO FRENTE POPULAR DE JUAZEIRO (PMDB, DEM, PR, PPS, PT do B, PSL, PMN, PEN, PSDC)"
Fonte: G1/CE