sexta-feira, 26 de maio de 2017

Camilo defende nome de Tasso no caso de eleições indiretas

O governador Camilo Santana (PT)  defende o nome do senador Tasso Jereissati (PSDB) no caso de eleições indiretas para a presidência da República. “Se houver uma eleição indireta, entre os nomes que existem no Congresso, o Tasso hoje é um dos nomes mais respeitados e para o Ceará será muito bom”, disse o petista, durante solenidade na noite desta quinta-feira, 25, nas comemorações do Dia da Indústria.
Em janeiro deste ano, o senador chegou a afirmar que Camilo tem “jeitão de tucano” após o governador chamar Maia Júnior, filiado ao PSDB, para comandar a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag). Questionado pelo colunista Eliomar de Lima se era um “petista tassista”, Camilo respondeu que é “um governador que defende o Estado do Ceará”.
“Quanto mais a gente estende essas disputas políticas, nesse momento, se agrava o problema no País e quem perde com isso é a população. É o desemprego. É a possibilidade da volta da inflação. É a falta do crescimento do País. E isso afeta diretamente os investimentos que os estados e os municípios podem fazer para beneficiar a população em saúde, segurança, educação”, explicou.
“Então eu acho que é um momento de ter muito equilíbrio no País, as lideranças políticas terem muita serenidade. Pensar no País, ninguém deve nesse momento pensar em si só ou em partido A ou partido B”, continuou Camilo.
Eleições indiretas
O nome de Tasso vem ganhando força para substituir Temer desde o início da semana, quando os partidos da base começaram a articular os possíveis candidatos de uma eleição indireta. Ele também chegou a ser cogitado para ser vice do ex-ministro Nelson Jobim (PMDB).
Na manhã desta sexta-feira. 26, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defendeu publicamente o nome do cearense. Os dois grandes nomes do PSDB são o presidente Fernando Henrique e o Tasso Jereissati”, disse o governador, após cerimônia de abertura de um feirão da Caixa, na capital paulista.
Fonte: O Povo

quinta-feira, 25 de maio de 2017

TASSO e RODRIGO MAIA: PMDB e PSDB estão na iminência de uma guerra interna

Não há um parlamentar do PMDB e do PSDB que não esteja conversando sobre o melhor nome para substituir Michel Temer. Em comum nos dois partidos, há também uma tensão entre as bancadas da Câmara e do Senado. Os deputados de ambas as siglas vêm deixando claro que não vão tolerar ficar alijados da discussão. Em outras palavras, não admitirão que seus correligionários do Senado apresentem um nome, sem que haja prévia aprovação na Casa vizinha.
Faz sentido. Numa eventual eleição indireta, a escolha do novo presidente vem do Congresso, onde há 513 deputados e 81 senadores. A diferença entre PSDB e PMDB é que os senadores tucanos já esboçaram uma pré-candidatura, a de Tasso Jereissati. Os peemedebistas, tanto na Câmara quanto no Senado, olham para todos os lados em busca de um quadro.
Sem uma alternativa pronta, os deputados do partido de Temer não descartam abraçar Rodrigo Maia, do DEM, para não ter que engolir uma eventual imposição dos colegas do Senado tampouco patrocinar uma chapa tucana.
Fonte: Veja Online

Crime Bárbaro: Corpo é encontrado carbonizado em Várzea Alegre

Um crime bárbaro foi registrado nesta manhã de quinta-feira 25, em Várzea Alegre, na vila Chique no bairro Sanharol saída para Juazeiro do Norte. Um corpo foi encontrado carbonizado, junto a uma cama. Segundo informações da 3ª CIA de Polícia Militar, ao repórter Laéce Oliveira, a vítima é identificada por José Bernardo da Silva, 55 anos, natural do Crato/CE. 

De acordo com o Sargento Silva, o acusado trata-se de M.O, 20 anos, que após o ato empreendeu fuga, tomando rumo ignorado. 

O sinistro partiu de uma bebedeira, onde o acusado e a vítima, estavam no final da tarde e início da noite de ontem, quarta-feira, 24. A polícia foi acionada, mas ambos saíram do local e posteriormente a vítima voltou a ter contato com o acusado na sua residência. 

Não sabemos o motivo que levou ao crime, ao analisar a situação os policias encontraram um pedaço de madeira ao lado do corpo carbonizado. O Instituto médico legal – IML de Iguatu, foi acionado para a tomada das medidas cabíveis. 


Fonte: Várzea News

NÃO DEU: Pedido de impeachment de Camilo Santana é rejeitado na Assembleia Legislativa

O pedido de impeachment do governador Camilo Santana (PT) foi rejeitado nesta quinta-feira (25) pelo presidente, deputado Zezinho Albuquerque (PDT). O pedido havia sido protocolado pelo deputado Capitão Wagner (PR).
As acusações contra Camilo são de possível crime de responsabilidade, por não ter afastado os secretários de Estado Arialdo Pinho e Antonio Balhmann, citados na delação premiada do grupo JBS, como articuladores do recebimento de R$ 20 milhões, em 2014, para a campanha ao governo do estado.
Na avaliação de Zezinho Albuquerque, a denúncia não deveria ser recebida em “face de carência de justa causa” para iniciar um processo de impeachment.
Na tarde desta quinta-feira, Capitão Wagner recorreu contra a rejeição. Assinaram o recurso contra a decisão, além de Capitão Wagner, os deputados Leonardo Araújo (PMDB), Odilon Aguiar (PMB), Fernanda Pessoa (PR) e Daniel Oliveira (PMDB).
Nesta quarta-feira (24), durante a inauguração das reformas no Hospital César Cals, Camilo Santana comentou sobre o pedido de impeachment. “Para mim, é oportunismo puro. As delações foram feitas por criminosos, é a palavra deles, mas existe a Justiça para julgar, para punir quem cometeu qualquer irregularidade. Não aceito nenhuma irregularidade no meu governo”, disse.
Fonte: Tribuna do Ceará

MPF consegue aumento de repasse financeiro para Hospital do Coração do Cariri

Que Governo Federal que nada. O Ministério Público Federal no Ceará (MPF) conseguiu a revisão do teto da média e alta complexidade pelo Ministério da Saúde, garantindo um aumento de repasse financeiro de R$ 1,6 milhão anual para o município de Barbalha. 

Além disso, três novos leitos de unidades coronarianas do Hospital do Coração do Cariri (HCC) foram cadastrados para atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Com isso, o hospital deve retomar os atendimentos, que estavam suspensos.

Para os procuradores da República Celso Leal, Livia Sousa e Rafael Rayol, a meta é acabar com filas para realização de cirurgias do coração na região do Cariri. Atualmente, 121 pessoas aguardam a realização de cirurgia cardíaca e 13 pessoas esperam por implante ou troca de marcapasso.

Em reunião realizada na última quinta-feira, o MPF determinou a imediata regularização dos atendimentos, fixando 10 dias para que a Secretaria de Saúde de Barbalha realizasse estudos financeiros, a partir do aumento de repasse, para garantir atendimento a pacientes do SUS pelo Hospital do Coração do Cariri, além da revisão de condutas e procedimentos cardiológicos na unidade de saúde.

De acordo com os procuradores da República, a medida é necessária para regularizar a situação de atendimento a pacientes do SUS no HCC.

O Hospital do Coração do Cariri, único especializado no tratamento de doenças cardiovasculares da região, deve retomar os atendimentos a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), suspensos após a falta de pagamento. 

'VAQUINHA" também no Arrojado para Pagar Operador para Abastecimento do Distrito

Moradores do Arrojado, Distrito de Lavras da Mangabeira distante da Sede do Município cerca de 12 km ainda não conseguiram engolir o porque do não pagamento por parte da Prefeitura Municipal de Lavras da Mangabeira ao Operador do Abastecimento de Água daquela comunidade.
  
Segundo a Prefeitura de Lavras, o motivo seria a crise enfrentada pela gestão atual com o repasse de verbas que são insuficientes.

Para que o distrito não fique sem água, os moradores, a exemplo de Iborepi, estão a se cotizar para efetuar o pagamento do salário do operador, a famosa “vaquinha”.



O operador agradece a inciativa. O assunto foi discutido na Câmara Municipal local na última sessão ordinária do Poder Legislativo Lavrense. A Prefeitura de Lavras, ainda não se manifestou de forma oficial.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Ato na Esplanada termina com 7 presos, 49 feridos e rastro de depredação

Manifestantes protestaram durante toda esta quarta-feira (24) na Esplanada dos Ministérios, 
em Brasília, contra o governo Michel Temer e as reformas em tramitação no Congresso. 
O ato foi marcado pela depredação dos prédios ministeriais e de estruturas que compõem a Esplanada. 
Houve registro de incêndio na área interna dos ministérios da Agricultura, do Planejamento e da 
Cultura, mas o fogo não deixou feridos.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública do DF, sete pessoas foram detidas durante os protestos, 
suspeitas de dano ao patrimônio público, desacato e porte ilegal de arma. Até as 19h30, havia registro 
de 49 pessoas feridas, entre manifestantes e policiais militares.
Os detidos foram encaminhados à 5ª Delegacia de Polícia (área central) e ao Departamento de Polícia 
Especializada. De acordo com estimativa da Central Única dos Trabalhadores (CUT), os atos reuniram 
200 mil manifestantes durante todo o dia. De acordo com a Segurança Pública, 35 mil ocuparam 
Esplanada no auge do protesto.
Até as 19h30, o trânsito continuava bloqueado na Esplanada dos Ministérios, entre a rodoviária do Plano 
Piloto e a via L4 Sul. Segundo a Polícia Militar, o acesso dos veículos só será liberado quando as vias 
estiverem limpas